Vida e Ministério

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Chegamos em abril de 2024! Esse mês começa, lógico, com o dia 1º de abril, e que muitos conhecem por ser o dia popular da mentira, em que muitos brincam, tiram sarro dos outros, pregam peças, enganam....E o tema deste mês é a mais pura verdade, sobre Vida, fui ao “Aurélio” para me descrever o que é vida literalmente: “propriedade que caracteriza os organismos cuja existência evolui do nascimento até a morte”. Resumo no nosso caso: Vida é Existência, o que fazemos ou encaramos dessa palavra é o que nos define. Como exemplo: Podemos sair de uma família problemática, brigona, sem estrutura, mas se decidirmos modificar a tendência normal do caminho familiar que “herdamos” através do DNA, bons e maus exemplos, podemos seguir um caminho totalmente diferente e de nós pode se originar uma família que tenta controlar seus instintos, amorosa, abençoada e feliz. Vida nós recebemos de Deus, e somos gerados através dos nossos pais, e o importante é o que fazemos dela, para termos uma passagem que marque, no bom sentido, esse curto período aqui na terra, pois como a palavra de Deus diz: Deste aos meus dias o comprimento de um palmo; a duração da minha vida é nada diante de ti. De fato, o homem não passa de um sopro. Salmos 39:5.

Estamos de pé hoje, não sabemos o amanhã, e aí entra a outra palavra Ministério, de novo no nosso pai dos quem tem dificuldade (KKK), vemos: execução de uma tarefa, de uma obra; atividade, trabalho, mister. E segundo a Bíblia: refere-se ao serviço dedicado a Deus e ao próximo. É uma forma de servir e cuidar das necessidades espirituais e físicas das pessoas. Um ditado popular nos diz: “Quem não vive para servir, não serve para viver.”, ou seja, servimos a Deus através de nossa vida, através de como O agradamos, de como cuidamos e tratamos das pessoas e seres criados por Ele e fazemos nossa incumbência através do nosso talento, da melhor maneira possível. Cuidar de nós mesmos é um serviço que praticamos para o Templo do Espírito Santo, cuidar dos domésticos na fé, através do que podemos fazer e nos esforçar, é um ministério e que agrada a Deus. Cada um de nós tem um dom, alguns dons aparecem e são mais visíveis do que outros, mas não quer dizer que um é superior ao outro, todos tem sua função e necessidade em uma comunidade geral. Li uma reportagem certa vez sobre os invisíveis, pessoas que trabalham diariamente para fazer nossa vida melhor, exemplo, pessoas que trabalham na companhia de eletricidade de nossa cidade, nós nem percebemos que eles existem, só sentimos falta quando energia não chega a nossa residência, aí sim sentimos como eles são importantes. Na igreja não é diferente. Deus deu alguns para serem pastores, profetas...., mas também para outras coisas que não estão em destaque, mas que é extremamente necessário para a existência do “corpo de Cristo” que é a igreja neste caso, além de espiritual, a parte de organização local, seja feita da melhor maneira possível. Imagine chegar em uma igreja com o banheiro imundo, alguém vê isso, imagine chegar na igreja e não ter eletricidade e um calor insuportável pois não tem ar-condicionado funcionando, alguém colabora financeiramente para isso acontecer e outra se encarrega de pagar as contas, imagine nossas crianças não terem um lugar para ficar, alguém se dispõe a cuidar dos nossos filhos, imagine o pastor ter que cantar na hora do culto, alguém faz melhor que ele. Enfim cada um tem seu ministério, seu dom, seu talento, use-o para glorificar a Deus. Glorificamos a Deus, além dos améns e aleluias que damos, mas também com o melhor que fazemos para o bom funcionamento da sua obra na terra e acima de tudo com nossa vida. Exerça seu ministério e glorifique a Deus em toda sua maneira de viver.

Pr. Evandro Nunes.